Reabilitação protética de dente posterior com coroa metaloceramica e retentor intrarradicular: relato de caso

  • Gerbson Rodrigues de Souza Cirurgião-Dentista pelo Curso de Graduação em Odontologia. Centro de Saúde e Tecnologia Rural, Universidade Federal de Campina Grande, UFCG 58708-110 Patos/PB, Brasil
  • Jose Henrique de Araújo Cruz Cirurgião-Dentista pelo Curso de Graduação em Odontologia. Centro de Saúde e Tecnologia Rural, Universidade Federal de Campina Grande, UFCG 58708-110 Patos/PB, Brasil
  • Yanna Carla Mendes Santos Cirurgião-Dentista pelo Curso de Graduação em Odontologia. Centro de Saúde e Tecnologia Rural, Universidade Federal de Campina Grande, UFCG 58708-110 Patos/PB, Brasil
  • Itamar da Silva Nunes Cirurgião-Dentista pelo Curso de Graduação em Odontologia. Centro de Saúde e Tecnologia Rural, Universidade Federal de Campina Grande, UFCG 58708-110 Patos/PB, Brasil
  • Joyce Reis Carneiro Cirurgiã-Dentista pelo Curso de Graduação em Odontologia. Centro de Saúde e Tecnologia Rural, Universidade Federal de Campina Grande, UFCG 58708-110 Patos/PB, Brasil
  • Evelinne Costa Freitas Cirurgiã-Dentista pelo Curso de Graduação em Odontologia. Centro de Saúde e Tecnologia Rural, Universidade Federal de Campina Grande, UFCG 58708-110 Patos/PB, Brasil
  • Rodrigo Alves Ribeiro Professor Doutor do Curso de Graduação em Odontologia. Centro de Saúde e Tecnologia Rural, Universidade Federal de Campina Grande, UFCG 58708-110 Patos/PB, Brasil
  • Rodrigo Araújo Rodrigues Professor Doutor do Curso de Graduação em Odontologia. Centro de Saúde e Tecnologia Rural, Universidade Federal de Campina Grande, UFCG 58708-110 Patos/PB, Brasil
Palavras-chave: Técnica para Retentor Intrarradicular, Prótese Dentária, Estética Dentária

Resumo

A Odontologia busca soluções para a reabilitação de elementos tratados endodonticamente que normalmente se apresentam frágeis, devido a sua perca de estrutura pela cárie, e através do procedimento endodôntico, o que torna este remanescente mais frágil.  Havendo assim em alguns casos a necessidade de se utilizar pinos intrarradiculares, e nesse caso os pinos pré-fabricados ganham espaço pelo seu uso fácil e rápido, baixo custo e não necessidade de confecção em laboratório, possibilitando o reforço a estrutura dental e promovendo uma ideal reabilitação. A paciente apresentava um elemento dental com tratamento endodôntico que após fratura da restauração coronária se apresentava sem estrutura, relatando insegurança e insatisfação com a estética dentária e funcionalidade. O objetivo deste trabalho foi descrever o procedimento reabilitador em prótese dentária de uma coroa metalocerâmica sobre retentor, pino de fibra de vidro, em um elemento de número 14, destacando os materiais utilizados e a técnica de confecção, desde a desobturação do canal de escolha para inserção do pino, confecção do núcleo em resina composta até a instalação da coroa metalocerâmica. No caso clinico descrito o uso do pino de fibra de vidro se apresenta como um material de maior resistência e uma retenção ideal no interior do canal, através da sua excelente fixação com cimentos resinosos. A utilização de retentores intrarradiculares se torna essencial no tratamento reabilitador em elementos cujo seu remanescente está comprometido pela perca de estrutura dental. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Reis BR, Soares PBF, Castro CG, Santos Filho PCF, Soares PV, Soares CJ. Uso de coroa em cerâmica pura associada a pino de fibra de vidro na reabilitação estética do sorriso: relato de caso. ROBRAC. 2019;19(50):264-69.

Ferreira R, Mildemberg B, Gadotti BC, Garcia RN. Avaliação da influência do tratamento endodôntico na resistência de união de pinos de fibra reforçados por um compósito restaurador. RSBO. 2011;8(2):174-81.

Baldissera P, Zicari F, Valandro LF, Scotti R. Effect of root canal treatments onquartz fiberposts bonding to root dentin. J Endod. 2006;32(10):985-88.

Alessandro V, Simone G, Carel LG. An SEM evaluation of several adhesive systems used for bonding fiber posts under clinical conditions. Dental Mater.2002;18(7):495-502.

Miyashita E. Odontologia estética: planejamentoe técnica. São Paulo: Artes Médicas. 2006.

Borges GA, Spohr AM, Correr Sobrinho L, Consani S, Sinhoreti MAC. História e atualidade das cerâmicas odontológicas. Rev ABO Nac. 2001;9(2):112-17.

Tanoue N, Nagano K, Shiodo H, Matsumura H. Application of a pre-mpregnatedfiber-reinforced composite in the fabrication of an indirect dowel-core. J Oral Sci. 2007; 49(2):179-82.

Parčina I, Amižić, Baraba A. Esthetic Intracanal Posts. Acta Stomatol Croat. 2016;50(2):143-50.

Bitencourt C, Nunes MM. Avaliação clínica retrospectiva interina de restaurações diretas de resina compostas e coroas cerâmicas com pino de fibra de vidro e núcleo metálico fundido [monografia]. Porto Alegre: Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia; 2017.

Scotti N, Forniglia A, Tempesta RM, Comba A, Saratti CM, Pasqualini D et al. Effects of fiber-glass-reinforced composite restorations on fracture resistance and failure mode of endodontically treated molars. J Dent. 2016;53:82-7.

Gbadebo OS, Ajayi DM, Oyekunle OO, Shaba PO. Randomized clinical study comparing metallic and glass fiber post in restoration of endodontically treated teeth. Indian J Dent Res. 2014;25(1):58-63.

Fabianelli A, Goracci C, Bertelli E, Davidson CL, Ferrari M. A clinical trial of Empress II porcelain inlays luted to vital teeth with a dual-curing adhesive system and a self-curing resin cement. J Adhes Dent. 2006;8(6):427-31.

Ernst CP, Cohnen U, Stender E, Willershausen B. In vitro retentive strength of zirconium oxide ceramic crowns using different luting agents. J Prosthet Dent. 2005;93(6):551-58.

Camargo AMA, Fonseca ACJM, Melo Filho AB, Balduccii, Bacigalupo JC, Salgado JAP. Crowns fit of the Procera’s system in two types of cervical limits. Rev Odontol UNESP. 2004;33(3):109-14.

Ribeiro VAQ, Sousa RC, Paiva AEM, Vasconcelos LMR, Lima GR, Santana IL. Avaliação do desajuste marginal de copings para coroa total metalocerâmica em términos cervicais tipo chanfro e ombro com bisel 45º. RFO UPF.2010;15(3):281-85.

O'Connor RP, Mackert JR Jr, Myers ML, Parry EE. Castability, opaque masking, and porcelain bonding of 17 porcelain-fused-to-metal alloys. J Prosthet Dent. 1996;75(4):367-74.

Ozcelik TB, Yilmaz B, Ozcan I, Kircelli C. Colorimetric analysis of opaque porcelain fired to different base metal alloys used in metal ceramic restorations. J Prosthet Dent. 2008;99(3):193-202.

Näpänkangas R, Raustia A. Twenty-year follow-up of metal-ceramic single crowns: a retrospective study. Int J Prosthodont. 2008;21(4):307-11.

Hoppen LGC, Garbin CA, Rigo L, Schuh C, Federizzi L. Comparação estética entre coroas confeccionadas com os sistemas cubo e metalocerâmico. RSBO. 2010;7(2):146-53.

Chu FC, Frankel N, Smales RJ. Surface roughness and flexural strength of self-glazed, polished, and reglazed In-Ceram/Vitadur Alpha porcelain laminates. Int J Prosthodont. 2000;13(1):66-71.

Silveira D, Campos CDA, Souto VK, Xavier IS, Junior ESB, Dias VO. Reanatomização de incisivo lateral conoide em odontopediatria: relato de caso. Rev Intercâmbio.2017;8:260-70.

Sá TM, Cruz JHA, Guênes GMT, Almeida MSC, Medeiros LADM, Figueiredo CHMC. A importância da anatomia e escultura dental para prática de procedimentos clínicos odontológicos. Arch Health Invest 2018;7(Spec Iss 7):6.

Publicado
2021-05-17
Como Citar
Souza, G. R. de, Cruz, J. H. de A., Santos, Y. C. M., Nunes, I. da S., Carneiro, J. R., Freitas, E. C., Ribeiro, R. A., & Rodrigues, R. A. (2021). Reabilitação protética de dente posterior com coroa metaloceramica e retentor intrarradicular: relato de caso. ARCHIVES OF HEALTH INVESTIGATION, 10(6), 855-861. https://doi.org/10.21270/archi.v10i6.4964
Seção
Original Articles