Correção de assimetria gengival através de gengivectomia com osteotomia minimamente traumática

  • Andressa Nascimento de Souza Residente do Programa de Residência em Atenção Básica pela Escola Multicampi de Ciências Médicas (EMCM), Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), 59300-000, Caicó - RN, Brasil
  • André Rodrigo Justino da Silva Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Odontologia pela Faculdade de Odontologia de Pernambuco, Universidade de Pernambuco (FOP/UPE), 54756-220, Camaragibe - PE, Brasil
  • Elaine Patrícia Lima Silva Cirurgiã-Dentista, Pós-graduanda (especialização) em Ortodontia pelo Instituto de Odontologia das Américas, Núcleo de Estudos e Aperfeiçoamento Odontológico (IOA-NEAO), 58045-120, João Pessoa - PB, Brasil
Palavras-chave: Gengivectomia, Osteotomia, Estética Dentária, Sorriso

Resumo

Introdução: Quando existe desarmonia ou assimetria no conjunto dentes-gengiva-lábios, o status psicológico e social do indivíduo fica prejudicado e se faz necessário alguma intervenção para promover satisfação e bem estar ao paciente. Objetivo: Relatar um caso de correção de assimetria gengival através da técnica de gengivectomia com osteotomia minimamente traumática. Relato de Caso: Paciente de 22 anos, sexo feminino, leucoderma compareceu para atendimento tendo como queixa a assimetria de gengiva no sorriso. Após a avaliação clínica e periodontal viu-se a necessidade da cirurgia de gengivectomia associada a osteotomia minimamente traumática (flapless). Inicialmente realizou-se anestesia terminal infiltrativa utilizando o anestésico mepivacaína com vasoconstrictor, marcação dos pontos através da sondagem utilizando a sonda periodontal de Williams na região vestibular dos dentes 11, 12, 21 e 23, após isso a remoção do tecido gengival foi realizada com bisturi 15c e seguiu-se com a osteotomia através do sulco gengival utilizando o Cinzel Mini-Ochsenbein N°2. Durante e após o procedimento observou-se a distância entre a crista óssea alveolar e a margem gengival, que deve ser de 3mm. Concluída a osteotomia fez-se a gengivoplastia com ponta diamantada 3118 em alta rotação. Por fim foi efetuada a irrigação abundante com soro fisiológico; hemostasia; e orientações pós-operatórias, incluindo o uso de Punica granatum Linn (romã) para bochecho. Conclusão: Quando corretamente indicada e executada, a técnica de gengivectomia com osteotomia apenas por via sulcular com uso de cinzel periodontal, sem elevação de retalho é eficaz na correção de assimetrias dos dentes anteriores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Mostafa DA. Successful management of sever gummy smile using gingivectomy and botulinum toxin injection: a case report. Int J Surg Case Rep. 2017;42:169-74.

Oliveira SAR, Venturim RTZ. Cirurgia Periodontal Ressectiva valorizando o sorriso gengival: relato de caso clínico. Colloq Vitae. 2012;4(2):118-28.

Senise IR, Marson FC, Progiante PS, Oliveira e silva C. O uso de toxina botulínica como alternativa para o tratamento do sorriso gengival causado pela hiperatividade do lábio superior. Uningá Rev. 2015;23 (3):104-10.

Trentini MS, Bittencourt ME, Carli JP, Sachetti DG, Durigon M. Correção de assimetria dento-gengival com finalidade estética: Relato de caso clínico. Salusvita. 2018;37(3):671-84.

Cristóvam AVS, Medeiros JDS, Cruz JHA, Brito RMLV, Figueiredo KA, Rodrigues RQF et al. Correção de contorno gengival pelas técnicas de gengivectomia convencional e minimamente invasiva. Arch Health Invest. 2019;8(10):606-12.

Pontes SA, Duarte PM, Oliveira ACG, Coelho EF, Esteves FM, Mello GBR et al. Aumento de coroa clínica estético minimamente invasivo: relato de caso de 12 meses. Rev Saúde UNG SER. 2016;10(3/4):55-64.

Lobo NS, Wanderley VA, Alves RV. Cirurgia periodontal de aumento de coroa clínica estética sem a elevação do retalho (flapless): relato de caso clínico. Arq Bras Odontol. 2017;13(1):118-23.

Rissato M, Trentin MS. Aumento de coroa clínica para restabelecimento das distâncias biológicas com finalidade restauradora: revisão da Literatura. RFO. 2012;17(2):234-39.

Gargiulo AW, Wentz FM, Orban B. Dimensions and relations of the dentogingival junction in human. J Periodontol. 1961;32(3):261-67.

Levine RA, McGuire M. The diagnosis and treatment of the gummy smile. Compend Contin Educ Dent. 1997;18(8):757-62,764; quiz 766.

Sousa SJB, Magalhães D, Silva GR, Soares CJ, Soares PFB, Santos-filho PCF. Cirurgia plástica periodontal para correção de sorriso gengival associada à restaurações em resina composta: relato de caso clínico. ROBRAC. 2010;19(51):362-66.

Ribeiro FV, Hirata DY, Reis AF, Santos VR, Miranda TS, Faveri M et al. Open-flap versus flapless esthetic crown lengthning: 12-month clinical outcomes of a randomized controlled clinical trial. J Periodontol. 2014;85(4):536-44.

Nóbrega DRM, Santos RL, Soares RSC, Alves PM, Medeiros ACD, Pereira JV. A randomized, controlled clinical trial on the clinical and microbiological efficacy of Punica granatum Linn mouthwash. BRPDIC. 2015;15(1):301-8.

Publicado
2021-06-17
Como Citar
Souza, A. N. de, Silva, A. R. J. da, & Silva, E. P. L. (2021). Correção de assimetria gengival através de gengivectomia com osteotomia minimamente traumática. ARCHIVES OF HEALTH INVESTIGATION, 10(6), 888-891. https://doi.org/10.21270/archi.v10i6.4993
Seção
Original Articles