Potencial antimicrobiano e antiaderente do óleo essencial de Lavandula híbrida grosso contra cepas de Klebsiella pneumoniae

  • Elaine Roberta Leite de Souza Cirurgiã-Dentista. Centro de Saúde e Tecnologia Rural, Universidade Federal de Campina Grande, UFCG 58708-110 Patos - PB, Brasil
  • Jose Henrique de Araújo Cruz Cirurgião-Dentista. Centro de Saúde e Tecnologia Rural, Universidade Federal de Campina Grande, UFCG 58708-110 Patos - PB, Brasil
  • José Lucas Soares Ferreira Cirurgião-Dentista. Centro de Saúde e Tecnologia Rural, Universidade Federal de Campina Grande, UFCG 58708-110 Patos - PB, Brasil
  • Heloisa Mara Batista Fernandes de Oliveira Farmacêutica em Hospital Universitário Ana Bezerra, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, 59078-970, Natal - RN, Brasil
  • Abrahão Alves de Oliveira Filho Professor Doutor do Curso de Graduação em Odontologia. Centro de Saúde e Tecnologia Rural, Universidade Federal de Campina Grande, UFCG 58708-110 Patos/PB, Brasil
Palavras-chave: Plantas Medicinais, Anti-Infecciosos, Aderência Bacteriana

Resumo

Introdução: A utilização de produtos de origem vegetal na odontologia constitui uma alternativa na prevenção e combate de diversas patologias que acomentem os seres humanos. A Klebsiella pneumoniae é uma bactéria gram-negativa que está intimamente relacionada com a pneumonia nosocomial e que possui a capacidade de intaivar um grande numero de agentes antimicrobianos. A Lavandula Híbrida é uma espécie derivada da união da Lavandula angustifólia Miller com a Lavandula latifólia Linn. Essa espécie apresenta as variedades Abrialli, Grosso, Provence, Impress purple, e Super, sendo a variedade Grosso como a que mais demonstrou atividade antimicrobiana. Objetivo: Avaliar a atividade antibacteriana e antiaderente do óleo essencial de Lavandula Híbrida Grosso contra cepas de K. pneumoniae. Metodologia: Os ensaios foram realizados utilizando as técnicas de microdiluição em caldo em placas de 96 poços para determinação da CIM e CBM e técnica de tubos inclinados para determinação da CIMA ao vidro, na presença de 5% de sacarose. Resultados: obteve-se que o óleo essencial de Lavandula híbrida Grosso possui uma moderada atividade antibacteriana contra as cepas de K. pneumoniae visto pela CIM50 = 1.024 μg/ml, possuindo também um potencial bacteriostático. Quanto a sua atividade antiaderente, observou-se que a concentração do óleo capaz de inibir a adesão do microrganismo a parede do tudo foi de 1:32 enquanto que para o digluconato de clorexidina 0,12% foi de 1:8. Conclusão: a Lavandula Híbrida demonstra ser eficaz como agente antimicrobiano e antiaderente para o controle e prevenção da infecção por Klebseilla pneumonia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Dewhirst FE, Chen T, Izard J, Paster BJ, Tanner AC, Yu WH, Lakshmanan A, Wade WG. The human oral microbiome. J Bacteriol. 2010;192(19):5002-17.

Palmer RJ Jr. Composition and development of oral bacterial communities. Periodontol 2000. 2014;64(1):20-39.

Morais TMND, Silva AD, Avi ALRDO, Souza PHRD, Knobel E, Camargo LFA. A importância da atuação odontológica em pacientes internados em unidade de terapia intensiva. Rev bras ter intensiva. 2010;18(4):412-17.

Pina-vaz I, Barros J, Noites R, Villa-vigil A, Pintado M, Carvalho MF. Estratégias anti-microbianas na prevenção e tratamento da infecção oral. ICS UCP. 2011;14(55):1-12.

Batista SA, Siqueira JSS, Silva Júnior A, Ferreira F, Agostini M, Torres SR. Alterações orais em pacientes internados em unidades de terapia intensiva. Rev Bras Odontol. 2014;71(2):156-59.

Gandolfo MC, Pessole T, Mendes G, Albara MF, Fontana A, Freisleben EV, et al. Uso dos colutórios em Odontologia. Ação Odonto. 2017;(2).

Muniz KGG. Atividade antimicrobiana in vitro de enxaguatórios bucais sobre bactérias do biofilme dentário. [Mmonografia]. Campina Grande: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde - Universidade Estadual da Paraíba; 2014.

Oliveira MS, Borges AH, Mattos FZ, Semenoff TA, Segundo AS, Tonetto MR, Bandeca MC, Porto AN. Evaluation of different methods for removing oral biofilm in patients admitted to the intensive care unit. J Int Oral Health. 2014;6(3):61-4.

Alotaibi AK, Alshayiqi M, Ramalingam S. Does the presence of oral care guidelines affect oral care delivery by intensive care unit nurses? A survey of Saudi intensive care unit nurses. Am J Infect Control. 2014;42(8):921-22.

Cruz MK, Morais TMN, Trevisani DM. Clinical assessment of the oral cavity of patients hospitalized in an intensive care unit of an emergency hospital. Rev bras ter intensiva. 2012;26(4):379-83.

Oliveira LCBSD, Carneiro PPM, Fischer RG, Tinoco EMBA. presença de patógenos respiratórios no biofilme bucal de pacientes com pneumonia nosocomial. Rev bras ter intensiva. 2010;19(4):428-33.

ANVISA. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Ministério da Saúde. Pediatria: Prevenção e controle de infecção hospitalar/ Ministério da Saúde, Agência Nacional de Vigilância Sanitária. – Brasília: Ministério da Saúde, 2011.

Saigg NL, Silva MC. Efeitos da utilização do chá verde na saúde humana. Universitas: Ciências da Saúde. 2009;7(1):69-89.

Fernandes Júnior A, Silva GS, Barbosa LN, Alves FC, Andrade BF, Albano M et al. Medicinal plants from the Brazilian savanna with antibacterial properties. European J Med Plants. 2012;4(1):1-13.

Baduy GA. Perspectivas para o emprego de plantas medicinais como recurso terapêutico em saúde bucal [monografia]. Rio de Janeiro: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Tecnologia em Fármacos/Farmanguinhos; 2013.

Tardugno R, Serio A, Pellati F, D'Amato S, Chaves López C, Bellardi MG, Di Vito M, Savini V, Paparella A, Benvenuti S. Lavandula x intermedia and Lavandula angustifolia essential oils: phytochemical composition and antimicrobial activity against foodborne pathogens. Nat Prod Res. 2019;33(22):3330-335.

Cleeland L, Squires E. Evaluation of new antimicrobials in vitro and experimental animal infections. In: Lorian VMD. Antibiotics in Laboratory Medicine. Baltimore: Williams & Wilkins; 1991.

Hadacek F, Greger H. Testing of antifungal natural products: methodologies, comparability of results and assay choice. Phytochem Anal. 2000;11:137-47.

Ncube NS, Afolayan AJ, Okoh AI. Assessment techniques of antimicrobial properties of natural compounds of plant origin: current methods and future trends. Afr j biotechnol. 2008;7(12):1797-1806.

Guerra FQS, Mendes JM, De Oliveira WA, Da Costa JGM, Coutinho HDM, Lima EO. Chemical composition and antimicrobial activity of cinnamomum zeylanicum blume essential oil on multi-drug resistant Acinetobacter spp. strains. Biofar. 2012;8(1)62-70.

Gebara ECE, Zardetto CGDC, Mayer MPA. Estudo in vitro da açäo antimicrobiana de substâncias naturais sobre S. mutans e S. sobrinus. Rev Odontol Univ São Paulo. 1996;10(4):251-56.

Samuelsson G, Bohlin L. Drugs of natural origin: a treatise of pharmacognosy. CRC Press Inc; 2017.

Foglio MA, Queiroga CL, Sousa IDO, Rodrigues RAF. Plantas Medicinais como Fonte de Recursos Terapêuticos: Um Modelo Multidisciplinar. 2006. In: Construindo a História dos Produtos Naturais. MultiCiência. CPQBA/UNICAMP.

Sharma PK, Sangwan NS, Bose SK, Sangwan RS. Biochemical characteristics of a novel vegetative tissue geraniol acetyltransferase from a monoterpene oil grass (Palmarosa, Cymbopogon martinii var. Motia) leaf. Plant Sci. 2013;203-204:63-73.

Simões CM. O. Farmacognosia: da planta ao medicamento. UFRGS; Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina; 2001.

Alizadeh A, Aghaee Z. Essential oil constituents, phenolic content and antioxidant activity of Lavandula stricta Delile growing wild in southern Iran. Nat Prod Res. 2016;30(19):2253-7.

Prusinowska R, Śmigielski K, Stobiecka A, Kunicka-Styczyńska A. Hydrolates from lavender (Lavandula angustifolia)--their chemical composition as well as aromatic, antimicrobial and antioxidant properties. Nat Prod Res. 2016;30(4):386-93.

Sartoratto A, Machado A, Delarmelina C, Figueira G, Duarte M, Rehder L. Composition and antimicrobial activity of essential oils from aromatic plants used in Brazil. Braz J Microbiol. 2004;35:275–80.

Hafidh RR, Abdulamir AS, Vern LS, Abu Bakar F, Abas F, Jahanshiri F, Sekawi Z. Inhibition of growth of highly resistant bacterial and fungal pathogens by a natural product. Open Microbiol J. 2011;5:96-106.

Bajalan I, Rouzbahani R, Pirbalouti AG, Maggi F. Chemical Composition and Antibacterial Activity of Iranian Lavandula × hybrida. Chem Biodivers. 2017;14(7).

Andrade DP, Pallos D, Forte LFDBP, Ricardo LH. A doxiciclina como adjuvante no tratamento da periodontite. IJD. Int J Dent. 2009;8(4): 202-10.

Hortense SR, Silva-Carvalho E, Carvalho FS, Silva RPR, Magalhães Bastos JR,Silva Bastos R. Uso da clorexidina como agente preventivo e terapêutico na odontologia. Rev Odontol Univ Cidade de São Paulo. 2017;22(2):178-84.

Vasconcelos T. Desenvolvimento de formulações contendo diferentes concentrações de digluconato de clorexidina e avaliação da estabilidade preliminar das formulações. Acta Farm Portuguesa. 2015;4(2):134-40.

Bohner LOM. Ação do enxaguatório bucal a base de Casearia Sylvestris e Clorexidina 0, 12% na cor e rugosidade superficial do esmalte dental submetido ao clareamento caseiro e bebida alimentícia ácida [tese]. São Paulo: Universidade de São Paulo; 2013.

Castro SL. “In vivo” Study efficacy of anti septics on microaerobic microorganisms of the oral cavity. Rev Dent. 2001;1:1-9.

Rajasekharan SK, Ramesh S, Satish AS, Lee J. Antibiofilm and Anti-β-Lactamase Activities of Burdock Root Extract and Chlorogenic Acid against Klebsiella pneumoniae. J Microbiol Biotechnol. 2017;27(3):542-51.

Publicado
2021-06-17
Como Citar
Souza, E. R. L. de, Cruz, J. H. de A., Ferreira, J. L. S., Oliveira, H. M. B. F. de, & Oliveira Filho, A. A. de. (2021). Potencial antimicrobiano e antiaderente do óleo essencial de Lavandula híbrida grosso contra cepas de Klebsiella pneumoniae. ARCHIVES OF HEALTH INVESTIGATION, 10(6), 906-912. https://doi.org/10.21270/archi.v10i6.5008
Seção
Original Articles